Variedades

sex > às 23h15

A Vida Como Ela É

O Anjo

Em “O Anjo”, mais uma vez o adultério é o tema central. Dagmar (Cláudia Abreu) e Geraldo (Leon Góes) acabaram de ficar noivos e ela, então, achou prudente alertá-lo para o perigo que sua irmã Alicinha (Gabriela Duarte) poderia representar ao casamento dos dois. Tomada pelo ciúme, Dagmar dizia ao noivo que ele jamais poderia se aproximar da cunhada, pois ela estava crescendo e se tornando uma linda mulher. A família tentou, sem sucesso, tirar essa ideia fixa da cabeça de Dagmar. A beleza de Alicinha muito a incomodava e isso acabou por despertar o interesse de Geraldo pela cunhada. “Não existe mulher mais bonita do que a cunhada bonita”. Sem esperar, ele recebeu a visita de Dagmar em seu trabalho. “Você tem medo de mim?”, perguntou a jovem, que logo pediu um beijo ao noivo de sua irmã. Ele tentou resistir, mas a moça foi ousada e o agarrou. A partir desse dia, Geraldo estava nas mãos de Alicinha, que passou a ameaça-lo para que se encontrassem às escondidas. Era o verdadeiro demônio atazanando a vida do rapaz. Pressionado a ir visitá-la em casa, aproveitando o momento em que se encontrava sozinha, Geraldo foi arrastado por Alicinha até o quarto de Dagmar, onde se jogou na cama, e se insinuou para ele. E foi ali que tudo terminou, com Geraldo matando a cunhada por asfixia. Ao ver a irmã morta, Dagmar correu ao encontro do noivo, já na delegacia, e agradeceu por ele ter assassinado àquela que tanto a perturbava.

Arquivo word Copiar texto