Novelas e Séries

Terra Nostra

Segunda-Feira, 15
Capítulo 118
Gumercindo visita Bartolo e Leonora, eles se surpreendem e ficam sem graça por causa de sua pobreza, Bartolo esclarece que demora a colheita da uva e que às vezes trabalhos para os vizinhos, Gumercindo fica estarrecido com as dificuldades que eles passam, mas Gumercindo mostra não se importar e acaba  oferecendo para Bartolo trabalhar na fazenda e morar na casa grande, eles aceitam e ficam muito felizes. Bartolo resolve todas as pendências e partem para a fazenda de Gumercindo.

Maria do Socorro e Rosana chegam das compras e encontram Tiziu e José Alceu em frente da sua casa, Maria do Socorro fica feliz ao reencontrá-los e fica sabendo que eles moram na casa de Francesco.

Amadeo conversa com Antonio e diz que está com medo por ser preso novamente, pois não quer ver Hortência o visitando com o filho nos braços, Antonio pede para ficar tranqüilo, pois o delegado não faz questão de prendê-lo.

Matheo chega e conversa com eles e diz que não consegue emprego e ainda o estão chamando de anarquista e desta maneira ela virará um mesmo.

Inês chama atenção de Anacleto por estar tomando vinho de Francesco e o manda tomar banho, ele se irrita e diz que ela também precisa tomar um.

Francesco faz reunião com seus sócios que estão preocupados com a situação do país e com a possibilidade de fecharem as fábricas, Francesco diz que não pode fazer nada, pois a Casa Bancária não tem como ajudá-los. Em sua casa, Francesco é confortado por seu filho. Paola vê o desânimo de seu marido e brinca com ele.

Marco Antonio fica sabendo por Paola que Juliana não irá mais pra fazenda, Francesco o aconselha a devolver a filha pra ela, ele se recusa enquanto ela estiver com Matheo, Francesco fica preocupado quando Marco Antonio insinua em matar Matheo, Francesco diz que terá que ir pra Manaus ver a situação da borracha, pois será uma esperança pra eles não falirem.

Janete vê Josué e dormindo e vai tomar café, pede a Luiza que faça uma bandeja para levar a ele, Luiza se oferece para levar, mas Janete enfatiza que é ela que levará.

Gumercindo conta para Maria do Socorro da situação de Bartolo e Leonora no sítio deles e diz que eles irão pra fazenda, e Angélica e a neta poderão morar com eles, ela fica muito feliz. Maria do Socorro conta a novidade para a irmã que fica feliz também e pergunta se o pai já tá sabendo que o Matheo não irá mais pra fazenda, Maria do Socorro diz que sim e que não deu muita importância, Maria do Socorro aconselha a filha a esquecer o marido italiano, ela pede à mãe que a ensine fazer isso.

Juliana se lamenta com Dolores por ter dias em casa e não ter a filha pra cuidar, Dolores pergunta se ela não teria chance de ter a filha de volta, Juliana diz que teria vontade de falar com o advogado mas ele diria que a culpada da situação é ela por ter abandonado o lar e o marido, Dolores questiona se não é a verdade, Juliana fica triste e diz que tem que ser forte.

Inês conta a Paola que a filha de Marco Antonio chorou a noite inteira por estar nascendo os dentinhos e estar com dor de barriga. Paola e Anacleto vão à farmácia comprar remédios para a menina.

Gumercindo conta a Augusto que Bartolo estará trabalhando na fazenda e que Angélica virá morar com eles na cidade, Augusto se diz aliviado pois não agüenta mais ficar longe dela e já arrumou compradores para as suas fazendas, Gumercindo fica surpreso com a notícia. Bartolo e Leonora chegam à fazenda e são recebidos por Matilde.

Paola conta a Marco Antonio que comprou remédios para a menina, ele perguntou se foi por isso que chorava, ela diz que acha que por falta da mãe. Marco Antonio conta a Paola que irá para Manaus, ela diz que será o melhor para ele, assim ele não faria nenhuma besteira como teme seu pai, ela pergunta o que fará com sua filha, ele pede para devolvê-la à Juliana.

 

 

Terça-Feira, 16
Capítulo 119
Os colonos começam fazer suas contas e veem que estão prejudicados. Bartolo volta pra fazenda pra ajudar Angélica, Leonora conta a ela que a intenção de seu pai é que more com ele em São Paulo, Angélica não gosta de saber e diz que quer lutar pelas fazendas para não as perder.

Matheo diz para Juliana que tem vontade de ser um anarquista, mas não sabe por que as pessoas têm medo dele, pois não consegue nem ficar numa fila de emprego, Juliana fica furiosa com a intenção de Matheo. Francesco conta a Gumercindo sobre a reunião com os sócios e diz que estão quebrados, Gumercindo fica preocupado, mas Francesco diz que está fazendo de tudo para que a Casa Bancária não quebre.

Amadeo conta para Hortência que as obras dos sobradinhos estão adiantadas, se por acaso for preso, ela não ficará desamparada. Hortência lhe chama atenção para não pensar nessas coisas, Amadeo conta que o advogado não lhe deu muitas esperanças.

Naná fica preocupada com Antenor, mas Damião a consola e Tiziu comenta que eles têm bons patrões. José Alceu comenta sobre Gumercindo, Naná se preocupa e Tiziu conta que viu Maria do Socorro e Rosana, José Alceu conta que ela deu a eles o que comer no Natal.

Bartolo e Angélica conversam com os colonos para terem paciência com a situação do café, pois Gumercindo está fazendo sua parte para que eles não se prejudiquem, os colonos ficam desconfiados mas acabam aceitando a proposta de Angélica.

Marco Antonio parte para Manaus a pedido do pai, para pesquisar sobre a borracha, Francesco pede para que ele leve a filha pra Juliana, ele diz que não quer mais vê-la, pede para Paola levar. Francesco o leva para a estação de trem e Marco Antonio chega em Santos e parte num vapor para Manaus.

Maria do Socorro comenta com Augusto que Gumercindo dormiu mal por causa da conversa com Francesco, Augusto diz que está vendendo as fazendas para um grupo de alemães e que ajudará Gumercindo, pois lhe é grato pela ajuda que teve na época da morte de seu pai. Maria do Socorro diz para Rosana sobre a atitude de Augusto, Rosana diz que Angélica não irá aceitar vender as fazendas. Rosana ironiza a atitude do cunhado e Maria do Socorro lhe chama atenção por chorar por Matheo. Rosana fica surpresa com a bronca da mãe.

Florinda diz a Mariana que se Augusto vender suas fazendas, Angélica o abandona, Mariana diz que Gumercindo não permitiria que isso acontecesse e chama a atenção de Florinda por perceber como Augusto a olha, Florinda diz que é moça séria e para ela homem casado é defunto, Mariana desconfia.

Paola leva Aninha para Juliana, Dolores fica contente com a volta da menina, Paola vai ao quarto de Juliana, ela fica muito feliz com a volta da filha, mas fica triste ao saber que Marco Antonio não quer mais vê-la e ele foi pra Manaus pra talvez não voltar mais.

Angélica diz para Leonora que está se sentindo derrotada por não conseguir levantar as fazendas, Leonora a consola e Angélica lhe diz que se Augusto vender as fazendas, ela vai embora com a filha.

Matheo chega em casa e vê Aninha de volta pra mãe, Juliana conta que Marco Antonio mandou devolver a filha e foi embora pra Manaus, Matheo percebe que Juliana ficou chateada quando contou que Marco Antonio não quer vê-la mais e não gosta.

Francesco fica sabendo por Paola que levou a neta para Juliana, Anacleto diz que é uma a menos pra chorar, Francesco se irrita dizendo que em sua casa, sua neta e sua filha choram o quanto quiser, Francesco vai para o quarto, Paola vai conversar com ele e Francesco diz que está cansado e preocupado, Paola diz que venderia a fábrica de macarrão para lhe ajudar, Francesco fica contente com a atitude dela, mas diz que não precisa, que ele vai conseguir passar por essa crise.

Gumercindo e Maria do Socorro estão preocupados com a crise, Gumercindo não acredita que Augusto consiga vender as fazendas, Maria do Socorro desconfia da proposta do genro de vender as fazendas e ajudar Gumercindo. Augusto chega e diz que contará a novidade para o sogro no outro dia.

 

Quarta-Feira, 17
Capítulo 120
Augusto está na cozinha e Florinda aparece, ele fica entusiasmado com sua presença e pede pra ela preparar alguma coisa pra ele jantar, ela diz que vai chamar Mariana pra fazer isso, Augusto se irrita e sai da cozinha, Florinda acha engraçado e diz que não ficaria sozinha com ele na cozinha.

Amadeo diz a Hortência que quando terminar os sobradinhos possivelmente a crise já terá passado e conseguirão vender todos. Dolores não acredita em Amadeo e discutem. Amadeo comenta que a sua defesa será dizer que matou para não ser morto, Hortência diz que é verdade e Dolores pergunta como sabe, Amadeo se irrita com sua pergunta.

Augusto conta à novidade para Gumercindo, que conseguiu vender as fazendas por um bom preço e que irá à fazenda para que Angélica assine as escrituras, Maria do Socorro aconselha Gumercindo ir junto, ele concorda. Rosana enfatiza que Angélica não aceitará vender as fazendas. Augusto diz que ela terá que aceitar. Eles vão para a fazenda e conversam no trem sobre o comportamento de Angélica, Augusto diz a Gumercindo que ele precisa convencer a filha pra venderem as fazendas pra que ele não quebre.

Angélica se encontra com Bartolo nas tulhas e ficam preocupados com a quantidade de café estocados, eles vão para as outras fazendas.

Janete leva o café da manhã para Josué e ele lhe diz que queria dormir até mais tarde, Janete diz que irá ao banco, ele vai junto. Na rua, fica impaciente e Antenor repara.

Janete fala com Francesco e fica sabendo que seu filho foi pra Manaus, Janete pede um pouco do seu dinheiro e Francesco diz que por enquanto não tem como dar, pois os bancos estão quebrados. Josué irritado, comenta com Janete sobre que pode estar sendo enganada por Francesco, ela diz que não, Francesco é honesto e fica surpresa com a irritação dele.

Gumercindo comenta com Augusto a preocupação da falência de suas fábricas e Augusto fica sabendo que Gumercindo é sócio da Casa Bancária e diz que o que segura a Casa Bancária é o nome de Francesco Magliano.

Naná e Inês estão preparando o almoço e Naná pede para que ela ensine a fazer o molho do macarrão e conversam como chegaram ao Brasil.

Juliana pergunta a Paola onde fica Manaus, Paola fica desconfiada com a preocupação de Juliana com Marco Antonio e lhe diz do grande amor que ele sente por ela. Juliana pergunta a Paola o que poderia fazer, Paola diz para deixar Matheo e voltar para Marco Antonio.

Mariana aconselha Rosana a não usar o filho pra reconquistar o marido italiano e recomeçar sua vida, pois é jovem.

Leonora fica surpresa com a chegada de Gumercindo e Augusto, eles jantam e ficam sabendo que Angélica foi às fazendas do marido com Bartolo.

Francesco diz à Paola que está preocupado com Marco Antonio, Anacleto o irrita mais uma vez, dizendo que Marco Antonio sabe viver melhor que ele, Inês chama sua atenção.

Angélica chega e conta para o pai sobre a insegurança e desconfiança dos colonos que trabalham na fazenda, Augusto diz que vendeu as fazendas, Angélica se irrita, pois diz que trabalhou muito pra salvá-las e que tem chance ainda, mas quando fica sabendo que precisa de sua assinatura para vendê-las se recusa e vai pro quarto e chora.

Rosana diz para a mãe que sua irmã não aceitará vender as fazendas, Maria do Socorro enfatiza que sua irmã não destruirá seu casamento como ela fez e aconselha mais uma vez Rosana esquecer Matheo, Rosana pede para que ela ensine a fazer isso.

Angélica discute com Augusto que se vender às fazendas, eles se separam. Augusto se propõe a perdê-la para ajudar seu pai, pois está para perder a fazenda. Angélica não acredita. Angélica diz a Leonora que Augusto é um fraco.

Gumercindo vai falar com ela e manda que assine os documentos e que continue casada, Angélica não gosta das ordens do pai e ele lhe diz que se não fizer isso, perderão até a fazenda onde mora.

 

 

 

Quinta-Feira, 18
Capítulo 121
Augusto vai até a Fazenda de Gumercindo para comunicar Angélica que ele conseguiu um comprador para suas Fazendas. Angélica diz que não vai vender nada. Gumercindo então explica a filha que ela tem que assinar de qualquer jeito, porque senão ele vai perder tudo, inclusive sua Fazenda.

Angélica viaja para São Paulo com Augusto e seu pai. No trem Augusto comenta com o sogro a situação do Francesco Magliano, que não é nada boa. Que ele usou dinheiro da Casa Bancária, para financiar as fábricas de seus sócios, e as fábricas não estão bem. E se isso acontecer, o pequeno império de Francesco cai por terra. Gumercindo diz que pode estar enganado, mas confiou nele. Augusto diz que Francesco mandou Marco Antonio para Manaus, no Amazonas, para ver como andam os negócios da borracha, que isso significa que aquele italiano parece ter faro para reconhecer onde está o dinheiro.

Angélica diz ao pai que vai assinar tudo o que seu marido mandar e será obediente a ele, como sua mãe sempre fora, porque mulher foi feita para isso. E diz que isso não vai acontecer com sua filha porque ela vai crescer em outros tempos. Angélica comenta com Rosana que vai assinar os papéis para venda das Fazendas. Rosana quer saber porque ela mudou de idéia. Angélica diz que mudou porque senão fizesse isso o pai delas perderá a fazenda em que elas nasceram.

Francesco descobre que os sócios que ele tem nas fábricas não souberam conduzir o negócio e todos foram à falência, e por conseqüência disso esvaziaram os cofres de sua Casa Bancária. Todos querem retirar o dinheiro ao mesmo tempo. Francesco pede que tenham paciência, que ele vai conseguir pagar a todos, mas tem que esperar. Francesco resolve dispensar seus funcionários e fechar a Casa Bancária.

Paola comenta com Juliana na Fábrica que a situação está muito ruim e que não vai mais trazer sua filha com ela. E diz que Juliana não vai mais poder trazer sua filha também, porque não vai ter mais ninguém para tomar conta dela.

Matheo passa o dia todo a procura de emprego, mas não consegue nada. Chega  triste na pensão, porque não conseguiu. Comenta com Antonio que está com vergonha porque está sendo sustentado por sua mulher. Antonio diz que ele não sinta isso, porque ele está procurando e apenas não teve sorte.

Francesco está arrasado e muito triste. Quer andar um pouco e dispensa Damião com o coche, e vai para casa caminhando. Chega em casa e conta a Paola o que aconteceu com ele e os sócios. Paola diz que pelo menos tem a Casa Bancária. Francesco diz que perdeu a Casa Bancária também, está arruinado que quer morrer. Paola diz que ele ainda tem o seu amor, que eles vão continuar juntos apesar de tudo.

 

Sexta-Feira, 19
Capítulo 122
Augusto, Gumercindo e Angélica conversam sobre a venda das fazendas. Angélica acaba concordando com o marido.

Alguns sócios de Francesco vão até a Casa Bancária conversar com ele sobre a falência de suas empresas, o que obriga Francesco a fechar a Casa Bancária por alguns dias até que se esfrie a situação e que ele não tenha que pedir falência.

Paola conversa com Juliana e pede a ela que não traga mais a filha para a fábrica. Juliana fica com medo de Paola estar querendo lhe mandar embora e vai conversar com Hortência.

Damião e Antenor começam a ficar preocupados com a falência de Francesco.

Francesco vai até a casa de Gumercindo para esclarecer a história. Rosana fica revoltada e agride, com palavras, Francesco. Gumercindo conversa com a filha e diz que quando investiu seu dinheiro na Casa Bancária, sabia do risco que estava correndo, disse isso também, para não deixar transparecer a sua agonia.

Paola conversa com o pai e pede a ele, que devido a situação de Francesco, que ele não incomode o marido com conversas fúteis e que não cobre o dinheiro que investiu na Casa Bancária. Não deu outra! Assim que Francesco chega em casa, Anacleto cobra o genro que se altera e discute com ele.

Luiza meche nos pertences de Josué e descobre que o cocheiro está mentindo para a madame Janete sobre o seu verdadeiro nome e durante uma conversa, Luiza o chama pelo seu devido nome. Josué não gosta da idéia e diz que precisam conversar depois, mas que até então, não comente nada com ninguém. Luiza promete guardar segredo, mas cona a Antonia.

Janete e Josué pensam em como recuperar o dinheiro de Janete.

Bartolo e Leonora conversam sobre a decisão dos patrões e sobre a venda das outras fazendas. Bartolo diz que sente muito pelo patrão e que tem receio de que a situação piore e que Gumercindo tenha que vender a fazenda que herdou do pai na qual o mesmo está enterrado e aonde Gumercindo diz querer ser enterrado quando falecer.

Rosana conversa com Angélica e diz que sente muito pela separação dela e de Marco Antônio e que não imagina qual será a reação dele quando chegar a São Paulo e ver que o pai está praticamente falido.

Francesco chora no ombro de Paola lamentando-se da falência e preocupado com a reação do filho, o qual sempre teve o pai como ídolo. Paola consola o marido!

 

Sábado, 20
Capítulo 123
Angélica assina o contrato de venda das fazendas do marido aos compradores alemães. Contrariada, ela consente na atitude de Augusto, porém, contra a vontade dele, ela paga os colonos.

Gumercindo compreende que a posição de Augusto é correta, e discute com Maria do Socorro sobre isso. Augusto, mais tarde, explica que o café colhido em suas fazendas, entraram nos negócios.

Mais tarde, Gumercindo faz uma visita ao amigo Francesco, para conversar sobre a crise. Francesco está consciente de que está prestes a perder tudo, mas insiste na idéia de que isso não pode acontecer. Parece passar ao amigo fazendeiro uma esperança, dizendo que o dinheiro de Gumercindo ainda não está perdido.

Josué vai à casa de Francesco para conversar sobre o dinheiro de Janete que fora investido na Casa Bancária. Francesco está preocupado com sua situação, pois prometera não decretar falência do seu patrimônio.

Josué argumenta com Francesco, dizendo que o banco está fechado, e quer saber o que acontecerá com o dinheiro da mulher. Francesco pede apenas um prazo para que tudo volte ao normal, pois garante que reabrirá seu negócio.

Enquanto isso, na casa de Janete, as empregadas comentam sobre o nome de Josué. Luiza, como governanta, tem acesso aos documentos do cocheiro, e Janete lhe diz outro sobrenome. Intrigada, Luisa confessa a Antonia que sente medo dele e algo pode existir por trás disso.

Amadeo tenciona prejudicar Francesco, pois investira dinheiro ali, e se considera explorado na época em que fizera no sobrado para o banqueiro. Matheo é da mesma opinião, e o fato do empresário ser pai de Marco Antônio, contribui para que sustente essa opinião.

Na fazenda de Angélica, os colonos fazem uma apresentação teatral, onde todas as famílias comparecem. Quando Angélica e Augusto retornam, chamam por Bartolo e Leonora. Angélica conclui que devem estar na colônia, e Augusto os critica por estarem sempre cantando e dançando enquanto ele tem que correr atrás deles para pagar o que lhes é devido.

Arquivo word Copiar texto