Novelas e Séries

Cabocla

Segunda-Feira, 23
Capítulo 145
Luís garante ao pai que está bem. Pequetita confirma que ele será o padrinho do casamento. Luís se preocupa por não ter notícias de Zuca. Chico conta para Zuca que chegaram duas cartas, mas seus pais queimaram. Emerenciana conversa com Belinha e garante que seu pai não sossega enquanto não der o troco a Neco. Capitão Macário elogia as cartas de Xexéu e faz uma ameaça velada, caso ele pense em traí-lo. Neco diz que o trabalho na prefeitura não é mole. Zaqueu e Nastácio lembram que ele precisa cumprir as promessas. Zuca diz a Chico que não vai brigar com os pais, mas sim dar um jeito de pegar a próxima carta. Bina ouve e combina com Zé que vai dizer que Luís viajou para a Suíça. Bina mente para a filha que uma das cartas era de Joaquim e avisava que Luís estava morrendo. Zuca chora desesperada. Justino diz a Pepa que não tem mais idade para fazer um filho. Ela conta que está grávida e os dois comemoram. Na venda, Tobias diz que devia ter vingado a morte de Tomé. O delegado interroga Desidério para saber quem foi o mandante da tocaia. Felício quer levar o filho para casa, mas ele o empurra. Tobias pede desculpas ao pai. Macário se irrita ao ver Neco e deixa escapar para Xexéu que o atirador não podia ter errado o alvo.

 

Terça-Feira, 24
Capítulo 146
Macário tenta disfarçar quando Xexéu pergunta se ele conhecia o atirador. Emerenciana estranha não receber notícias de Luís. Boanerges garante que vai permitir o noivado de Belinha. Belinha diz que se casará com o autor de cartas tão bonitas. Tobias insiste em se vingar de Desidério. Tina reclama porque Tobias não faz o serviço no sítio. Tobias passa por Mariquinha, como se não a visse. Ela pergunta como ele está e Tobias responde mal. Ele reage quando Mariquinha fala que ele correu atrás de Zuca como um cachorro. Tobias garante que Zuca não volta com ele porque está doente e Mariquinha talvez tenha uma chance se ela não se recuperar. Luiz pensa em voltar para Vila da Mata, mas teme atrapalhar a vida de Zuca, que não escreveu para ele. Edmundo aconselha-o a esquecer a cabocla. Boanerges comenta com Zé que o noivo de Belinha manda cartas diariamente. Zé diz que o Capitão Macário não recebe notícias do filho há tempo. Zuca conta sobre as cartas que os pais queimaram para Emerenciana, que se compadece. Xexéu conta a Neco que mandou a carta e que Macário não desconfia de nada. Maria e Ritinha acham que a história das cartas vai acabar mal. Mariquinha sente uma tontura e teme estar grávida. Tina chora lembrando-se de Tomé. Julieta acha que Mariquinha está grávida, mas ela nega. Chico conta a Bina que Zuca está tendo febre e tossindo.

 

Quarta-Feira, 25
Capítulo 147
Emerenciana tenta acalmar Bina. Felício diz a Tobias que vai vender o sítio. Tobias sente-se culpado. Zuca perde a paciência com a mãe e diz que tem só uma gripe. Zuca garante a Emerenciana que não precisa de médico. Luís comenta com Ruth que não entende porque Zuca não respondeu às suas cartas. Bina é agressiva com Boanerges, mas acaba pedindo desculpas. Boanerges vai buscar o médico. Macário entrega a carta para Belinha e garante ao vigário que seu filho será o novo líder político da região. Dr. Teles acha que Zuca tem só uma gripe forte, mas Bina e Zé ainda acham que ela deve fazer o teste. Chico gosta quando Emerenciana fala que vai mandar Ritinha para ajudar Bina. Ritinha reclama. Justino brinda com Xexéu a chegada do novo filho. Neco mostra-se preocupado com a falta de dinheiro na prefeitura. Boanerges se diverte ao saber que Neco está com problemas. Neco decide ir conversar com o governador. Justino aconselha-o a manter segredo, porque Boanerges pode interferir. Tobias se preocupa ao saber que Marqiuinha não se sentiu bem. Julieta acha que Justino vai ter um ataque quando souber que a filha está grávida. Generosa não quer que o sítio seja vendido, mas Felício está decidido. Bina reza para que Zuca melhore. Chico tenta animar Zé, mas sofre com a possibilidade de Zuca estar doente. Boanerges diz a Emerenciana que quer ler as cartas do filho de Macário. Zuca acorda melhor. Neco dá de cara com Boanerges na estação. Neco não responde quando ele pergunta aonde o prefeito vai.

 

Quinta-Feira, 26
Capítulo 148
Justino acha que Xexéu contou tudo e pergunta se Boanerges vai mandar um telegrama ao governador, pedindo que não receba Neco. Boanerges confessa que não sabia nada e que também não vai tomar atitude alguma. Depois, comenta com Zé que dificilmente Neco será recebido pelo governador. Belinha mostra para Emerenciana que as cartas são assinadas com o nome de Gustavo e que pode mostrar ao pai. Pepa acompanha Mariquinha até a escola. Dr. Teles examina Zuca. Zé acha que eles se preocuparam à toa. Ritinha comenta que a doença é traiçoeira. Zuca diz ao médico que sentiu muito enjôo. Ele constata que ela está com a garganta inflamada. Pepa reage ao saber que Felício pensa em vender o sítio. Dr. Teles faz perguntas sobre o noivado de Zuca e se preocupa ao saber que houve um rompimento. Mariquinha engasga quando Julieta comenta que ela deve estar grávida e pede que nada seja comentado com o pai. Tobias diz que só vai embora depois de acertar contas com Desidério. Justino e Tobias discutem e quase usam suas armas. Felício avisa ao filho que pretende vender suas terras para Justino. Boanerges insiste em ler as cartas e Emerenciana diz que já as leu, que o noivo trata Belinha muito bem e ele desiste. Generosa diz que não se opõe mais à venda do sítio. Tina conta para Tobias que está esperando um filho de Tomé. Ele garante que vai dar a criança o amor que Tomé não vai poder dar.

 

Sexta-Feira, 27
Capítulo 149
Justino tem um acesso de raiva ao saber da gravidez de Mariquinha. Luís decide que precisa esquecer Zuca, mas sofre. Zuca coloca a duas alianças de volta no dedo. Ritinha diz que dá azar bancar a viúva. Bina arranca as alianças da mão da filha. Neco conta para Xexéu que não foi recebido pelo governador. Neco lê a carta de Belinha, mas permanece desanimado, sentindo-se um fracasso como prefeito. Boanerges comemora a derrota de Neco. Neco lembra a Boanerges que a casa em que vive pertence à Prefeitura e que vai precisar dela para receber o Governador e sua comitiva. E diz que o governador mandou lembranças, que o coronel é muito prestigiado e que eles agora estão unidos em prol do povo. Boanerges convida Neco para tomar uma cerveja. Boanerges confessa a Emerenciana que jamais foi recebido pelo governador e que acredita que Neco poderá fazer alguma coisa pelo povo. E tem certeza de que ele mentiu sobre o governador, assim como ele mentiu tantas vezes, porque o que deseja mesmo é que o povo não perca as esperanças. Neco conta ao pai que nem falou com o governador e que está prestes a desistir de tudo. Boanerges declara o seu amor a Emerenciana. Belinha acorda assustada depois de sonhar que Macário matava Neco. Luís marca encontro com a amiga da Pequetita. Justino garante que vai comprar as terras e arremata que será para o neto de Felício e Generosa. Os dois levam um choque.

Copiar texto