Confira a programação

  • Seg 29/05
  • Ter 30/05
  • Qua 31/05
  • Qui 01/06
  • Sex 02/06
  • Sáb 03/06
  • Dom 04/06
  • Grade em produção

  • Grade em produção

  • Grade em produção

  • Grade em produção

  • Grade em produção

  • Grade em produção

  • Grade em produção

  • 11:00
  • Sandy & Junior

    Turma organiza festa para a ‘noite de lua azul’

    A previsão de uma "noite de lua azul" coloca toda a galera do Cema (Centro Educacional Mário de Andrade) em polvorosa e com os corações abertos para o amor. No episódio “Ciranda Cirandinha”, este fenômeno raro é motivo para a realização de uma festa. A turma realiza um sorteio que define os pares da noite. Na hora da escolha, Junior não está presente e fica de fora. Ele nem se importa, porque está andando nas nuvens por causa da professora Ana (Tatiana Thome). O músico a convida para o evento. Ela aceita, mas, para decepção de Junior, aparece com Miguel (Marcos Damigo). Já Sandy forma par com Gustavo (Paulo Vilhena), o que deixa Patty (Fernanda Paes Leme) toda enciumada.

  • 21:00
  • Sai de Baixo

    Clima cinematográfico invade o Largo do Arouche

    O clima cinematográfico baixa no apartamento do Largo do Arouche em “Luz, Câmera, Armação!”. No episódio, que conta com a participação especial do ator Roberto Battaglin, Vavá (Luis Gustavo) está com uma filmadora na mão e uma ideia na cabeça: quer fazer um filme e escolhe Magda (Marisa Orth) como protagonista. Em um ensaio, na rua, Magda é atropelada por Ivo Torres, um famoso ator de telenovelas interpretado por Battaglin. Caco (Miguel Falabella), pensando em tirar proveito da situação e ganhar um bom dinheiro, sugere que Ivo atue na produção dirigida por Vavá.

  • 08:00
  • Bem Estar

    Importância de manter feridos de acidentes imóveis vira assunto do programa

    A edição alerta a importância de manter feridos em acidentes de automóveis na mesma posição, até a chegada de um socorro apropriado. Em alguns casos, a vítima pode estar com o osso quebrado e, por isso, a recomendação principal é não movimentá-la para evitar lesões e problemas mais graves. O programa também mostra como é o exame de um paciente com calcificação na artéria aorta na altura da cintura. Entre os sintomas: dores na perna, dores ao caminhar, dores em repouso, inchaço e formigamento. A pediatra Ana Escobar, o patologista Paulo Saldiva e o traumatologista Osmar Aguiar são os especialistas convidados da edição.

  • 09:15
  • Família Dinossauros

    Dino vira consultor de canal de TV

    No episódio “Gênio da TV”, Dino é contratado para escolher a nova programação de uma grande emissora de televisão. Apesar de absurdos, seus palpites fazem com que a audiência cresça e ele faz o maior sucesso no emprego. Tudo está indo bem para Dino, até o público jurássico começar a ficar ignorante e incapaz de realizar as tarefas mais simples do cotidiano, graças a fraca qualidade dos programas escolhidos e criados por ele.

  • 21:45
  • A Diarista

    Chico Anysio participa do episódio

    Em “Aquele do Dinheiro”, Marinete (Claudia Rodrigues) é contratada para um serviço na casa de Rúbio (Chico Anysio), um viciado em dinheiro e jogo. A diarista passa o dia inteiro com sua bolsa a tiracolo. Dentro, uma quantia que ela achou e nem imagina ser de uns assaltantes. A confusão aumenta quando Nete esconde a grana no vaso de samambaia da sala e desce para comprar pão. Na volta, ela se dá conta de que a planta sumiu. A patroa, esposa de Rúbio, devolveu à vizinha. Marinete e Rúbio invadem a casa de Ruth, a dona da planta, em busca do dinheiro perdido, e causam uma série de confusões.

  • 12:00
  • Estação Globo

    Ivete canta sucessos do axé com Luiz Caldas

    Ivete Sangalo abre o programa com a animada “A Galera”. Depois de sacudir a plateia, ela convida a dupla sertaneja Bruno & Marrone, que canta “Pra Não Morrer de Amor”. O pagode também ganha destaque no palco da atração com o Sorriso Maroto, que escolhe o hit “Tenho Medo”. Em seguida, os mineiros do Skank se apresentam com “Seus Passos” e “Não Vou Ficar”, em parceria com Ivete. Nesta edição do programa, é a vez do ator Lázaro Ramos pedir uma música para a apresentadora: “canta Luiz Caldas!”. Ivete não só acata o desejo do amigo, também baiano, como chama o próprio Luiz Caldas ao palco. Juntos, soltam a voz com as clássicas “Fricote” e “Haja Amor”. A edição conta com mais convidados: Calcinha Preta, Alcione, Cheiro de Amor, Leonardo e Sandy & Junior. Ivete se empolga e canta com a dupla o sucesso “Enrosca”.

  • 10:30
  • Gente Inocente

    Mauricio Mattar é o convidado do programa

    Em 2001, Mauricio Mattar fazia sucesso na pele de Dom Fernão de Avelar, na novela “A Padroeira”, quando enfrentou as “ferinhas” do “Gente Inocente”. “Como você se sente sendo um vilão pela primeira vez?”, pergunta Pedro Lucas. “Em primeiro lugar, fico feliz de poder fazer um trabalho diferente de tudo aquilo que já fiz. Na verdade, esse vilão está trazendo uma alegria enorme, porque a resposta que estou tendo do publico é totalmente diferente das que já recebi”, explica o convidado. Quando as crianças perguntam se ele se acha bonito, Mauricio responde: “Acredito que eu reúna algumas qualidades, lógico, também tenho defeitos, mas gosto de ser bonito pelo que sou por dentro. O físico vai envelhecer... se não tivermos algo bacana no interior para ficar, você passa e a beleza vai, e não cultivou nada. Ai passou tudo e você não serviu para nada nessa vida.”.

  • 18:30
  • Donos da História

    Depoimento de Benedito Ruy Barbosa

    O universo ficcional de Benedito Ruy Barbosa é vasto: desde as tramas rurais brasileiras até as histórias das paixões quase impossíveis e as sagas familiares. Com 86 anos, mais de 50 dedicados à carreira, o autor também tem seu perfil marcado pela criação de heróis que conquistam o público. Benedito é natural de Gália, interior de São Paulo. Seu primeiro livro foi Fogo Frio, que virou peça teatral em 1959. Em seguida, iniciou a carreira como jornalista e roteirista. Como novelista, passou pelas emissoras Excelsior, TV Tupi e Record. Em 1971, foi contratado como assessor especial pela TV Cultura e assinou a obra “Meu Pedacinho de Chão”, coproduzida com a Globo. A história virou remake em 2014, também pelas mãos de Benedito. Ainda na década de 1970, o autor escreveu “O Feijão e o Sonho” (1976), “À Sombra dos Laranjais” (1977) e “Cabocla” (1979). Em 1986, estreou um dos principais sucessos de sua carreira: “Sinhá Moça”. A trama ganhou remake vinte anos depois. Em 1990, após uma breve passagem pela Rede Manchete com “Pantanal”, Benedito retornou a Globo e se consolidou como um dos transformadores da teledramaturgia brasileira inserindo de vez o ambiente rural nas novelas. Entre seus clássicos: “Renascer” (1993), “O Rei do Gado” (1996), “Terra Nostra” (2000), “Esperança” (2002) e “Velho Chico” (2016).