Novelas e Séries

dom > 19:00

Maratona ‘A Indomada’

Capítulos 67 a 72

Um amor proibido
Greenville viveu o apogeu com a produção da Usina Monguaba, propriedade dos Mendonça e Albuquerque, linhagem que jamais poderia se envolver com simples mortais. E foi assim que, em 1970, Eulália (Adriana Esteves) e Zé Leandro (Carlos Alberto Riccelli), um cortador de cana, se apaixonaram e não puderam viver livremente esse amor. Ameaçado, ele foi obrigado a fugir, deixando Eulália grávida. Mas prometeu voltar um dia para buscar sua amada. Lúcia Helena (Leandra Leal) nasce e sua mãe vive em segredo, sufocada pelo irmão Pedro Afonso (Cláudio Marzo) e as maldades de sua cunhada Altiva (Eva Wilma).

O tempo passa e, como prometido, Zé Leandro volta para buscar mãe e filha. Mas a fuga da família acaba num misterioso naufrágio e apenas a jovem Lúcia Helena sobrevive. Ela cresce sob os cuidados dos tios e com a obsessão, herdada de seu pai, pelas terras.

Eis que a crise do açúcar e uma explosão na usina levam a cidade e os Mendonça e Albuquerque à decadência. É quando Teobaldo Faruk (José Mayer) chega a Greenville. E, numa aposta feita com Pedro Afonso, leva uma boa fortuna, prometendo devolver todo o patrimônio a Lúcia Helena quando ela atingir a maioridade e casar-se com ele. Sem saída, a jovem aceita a proposta e viaja para estudar na Inglaterra, com data certa de volta para ficar com Faruk.

A segunda fase
O tempo passa e Lúcia Helena, então, regressa à cidade, pronta para encarar sua nova vida. Nesta segunda fase da história, a personagem é interpretada, também, por Adriana Esteves, ficando evidente a semelhança física entre mãe e filha. Mas o que ela, dona de um forte temperamento, indomável, não esperava, era se apaixonar de fato por Teobaldo – após muitas intrigas e discussões.

Disposta a reconquistar tudo o que seus pais perderam, ela decide reabrir a Usina e, para isso, terá que enfrentar Altiva, que não perdoa Teobaldo por ter se apossado dos bens da família e devolvido à sobrinha.

Copiar texto